Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó




"Minha Poesia não usa vestes para se camuflar, é livre e nua" (Arnoldo Pimentel)

"Censurar ninguém se atreverá, meu canto já nasceu livre" (Sérgio Salles-Oigers)

"Gambiarra Profana, poesia sem propriedade privada, livre como a vida, leve como pedra em passeata" (Fabiano Soares da Silva)

"Se eu matar todos os meus demônios, os anjos podem morrer também" (Tenneessee Williams)

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

POESIA E A FLOR




                                      POESIA E A FLOR

Eu queria inventar uma flor
Mas que tivesse seus olhos
Que tivesse sua brisa
Que tivesse seu calor

Eu queria inventar uma poesia
Mas que fosse meiga como uma flor
Que fosse delicada como seus versos
Que fosse uma poesia feita de ilusão
Como a flor do coração

Eu queria inventar uma flor
Que saciasse a sede no riacho de água pura e cristalina
Que tivesse assim pétalas de cristais
Que tivesse botões com pontas de estrelas
Que não sofresse com a dor
Que fosse feita de amor

Eu queria inventar uma poesia
Como se inventa uma flor
Mas que não tivesse espinhos
Que tivesse apenas carinho

Eu queria ser uma poesia
Que colorisse sonhos
Para espalhar uma paisagem
Iluminada por todas as flores
Nos seus sonhos

No fundo
Eu apenas queria
Ser só uma flor de poesia
Que nada mais inventasse
Que nada mais precisasse
Além de enfeitar o seu dia

35 comentários:

  1. Em alguns lugares festejam o amor
    Aos que amam, e festejam esse dia, felicidades!
    lembre-se, todos os dias, todos os momentos
    foram feitos pra amar, amem, amem.
    amém.


    linda poesia, sejas tudo que sejais ser. abraços.

    ResponderExcluir
  2. Puxa!!! Arnold, como vc está inspirado!!!
    Adoro esses poemas suaves e românticos. Parabéns, amigo!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá poeta, ternura, sensibilidade e delicadeza poética se mesclam em seus versos... Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Flor de poesia, poesia em flor
    Lindo poema
    Um bj querido amigo

    ResponderExcluir
  5. Sempre que passo por aqui me encanto com tudo o que leio!
    "No fundo
    Eu apenas queria
    Ser só uma flor de poesia
    Que nada mais inventasse
    Que nada mais precisasse
    Além de enfeitar o seu dia"
    Lindo demais!!!

    ResponderExcluir
  6. que linda flor serias..
    beijos querido..

    ResponderExcluir
  7. Mais uma deliciosa poesia!!!
    Poesia perfumada como as flores...

    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Que belo poema, Arnoldo. Olhe, lhe indiquei um selo, que encontra-se nesta página http://cynthiadayanne.blogspot.com/p/selos_07.html

    Espero que gostes.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. É uma poesia meiga como uma flor. Estou encantada com tamanha beleza! Beijos, querido poeta, e uma linda semana!

    ResponderExcluir
  10. Grande Poeta,

    Mais uma grande poesia...

    Uma grande semana!

    ResponderExcluir
  11. Maravilhoso poema!
    Estou encantada!
    A flor de poesia.. é a flor do amor.
    Você enfeitou o dia de todos nós, com seu lindo trabalho.
    Adoro essa música! A imagem é perfeita!
    Tens muito bom gosto.
    Parabéns, adorei!

    Beijos.

    Marion

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde!
    Que linda esta poesai!
    Amei....

    No fundo
    Eu apenas queria
    Ser só uma flor de poesia
    Que nada mais inventasse
    Que nada mais precisasse
    Além de enfeitar o seu dia

    Boa tarde, com carinho..
    Mara

    ResponderExcluir
  13. Que lindo... acho q sou eu, mas emoção leve e linda me faz lagrimas atrevidas alisando maliciosamente meu rosto!

    Tuas belas palavras as causa...

    ^_^•

    ResponderExcluir
  14. Essa doacao de amor preenche! Lindo poema, como sempre!

    Abraco!
    E vamos confiar na vida! :)

    ResponderExcluir
  15. Ola lindo poeta!

    Quanta inspiraçao!
    Que doce essa poesia!
    Pude sentir o seu sabor como a abelha do necta da flor!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  16. Seu amor & sua flor são inspiração divina! Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Que delícia de poema, dá uma paz lê-la, que tranquilidade, linda poesia muita linda. Beijos no coração querido.

    ResponderExcluir
  18. Queria não, já criou,essa bela poesia de um poeta encantador!!!
    Parabéns amigo poeta!!!

    ResponderExcluir
  19. Momento absoluto!!!
    Lindo, inspirado....
    Quem mais pode inventar seja o que for, que não seja um poeta!
    Aplausos meu amigo
    Bea

    ResponderExcluir
  20. No fundo
    Eu apenas queria
    Ser só uma flor de poesia
    Que nada mais inventasse
    Que nada mais precisasse
    Além de enfeitar o seu dia!


    parabéns! lindo!

    ResponderExcluir
  21. Amigo, tem um presentinho a mais para vc no Desmemoria Feminina! Abraço! E vamos confiar na vida! ;)

    ResponderExcluir
  22. uma flor sempre presente no vaso de cabeceira, que tivesse o teu perfume...

    lindo texto..parabéns!

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  23. Muito lindo mesmo...Musica e letra e poema e poesia e flor...
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  24. Oi....
    Gosto muito d epassar por aqui.
    É sempre tudo muito lindo!

    No fundo
    Eu apenas queria
    Ser só uma flor de poesia
    Que nada mais inventasse
    Que nada mais precisasse
    Além de enfeitar o seu dia

    Lindo!
    Bjs,
    Mara

    ResponderExcluir
  25. Querido amigo Poeta,

    Um dos mais belos poemas...Maravilhoso! Tem a beleza da sua arte, sensibilidade e delicadeza dos seus sentimentos.

    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  26. Ó que lindo!! Tanto essa poesia como as palavras que me deixou lá no meu cantinho. Poxa, Arnoldo, obrigada pelo carinho e atenção. Obrigada mesmo, do fundo do meu coração. Palavras assim sempre são importantes e fazem a gente ter força pra continuar a nossa jornada.

    Bju!

    ResponderExcluir
  27. Eu queria ser uma linda flor de um jardim e por ser uma flor assim inspirar muito poetas a fazer belos versos...
    Um ótimo fim de semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
  28. Querido amigo, inventou uma poesia, que é amor, que é uma flor, que é magia. simplesmente sublime e maravilhosa.
    beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  29. Bo fundo,
    eu apenas queria:
    o seu amor.

    No fundo,
    eu apenas queria
    que você me amasse
    na mems aintensidade que eu te amo.

    beijos,
    bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  30. Você queria e inventou uma bela e romântica poesia.
    Linda!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  31. A poesia é a manifestação que tem como alma o sentimento, a mais profunda interpretação que o poeta pode ter do mundo que o cerca, passado, presente, futuro... das belas artes o ápice. Convido a ler uma poesia de minha autoria, escrita em 05/03/2011 e publicada em meu blog: http://valdecyalves.blogspot.com/2011/03/canto-vida-peregrina.html

    ResponderExcluir
  32. Linda poesia, Arnoldo!!!
    Peço sua autorização para post-ala no meu blog...
    Meu e-mail é lacerda.sma@hotmail.com
    Meu blog no qual pretendo publicá-la é o
    www.falandodecrochet.blogspot.com
    Aguardo sua resposta.
    Sônia Maria

    ResponderExcluir
  33. Arnoldo, muito obrigada pela autorização!
    Já postei e fiz um link para o seu blog.
    Sou sua seguidora, também.
    Sucesso!

    ResponderExcluir