Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó




"Minha Poesia não usa vestes para se camuflar, é livre e nua" (Arnoldo Pimentel)

"Censurar ninguém se atreverá, meu canto já nasceu livre" (Sérgio Salles-Oigers)

"Gambiarra Profana, poesia sem propriedade privada, livre como a vida, leve como pedra em passeata" (Fabiano Soares da Silva)

"Se eu matar todos os meus demônios, os anjos podem morrer também" (Tenneessee Williams)

domingo, 1 de maio de 2011

VERDE LIMÃO




Acho que a lua já se deitou
Procuro levantar
Olhar o silêncio do quarto
E caminhar

Lá fora é só mais um dia
Em que tentarei encontrar
O significado
Da minha alforria

Passo pelas ruas
E vejo que o sol
Nem para todos
Quer se levantar

O sol irá apenas passar
Pelo céu que cobre meu rosto
Que engole meu dia

Antes do anoitecer preciso me encontrar
Seja em meu único cômodo da casa
Ou quem sabe em algum ponto
Perdido do meu mapa

34 comentários:

  1. Por vezes perdemos o rumo... e o sol brilha sempre, dia após dia, mas é no reencontro que absorvemos o calor dos seus raios, a luz do seu brilho...

    E o caminho foi traçado no interior do poema!

    Beijinho, Arnoldo!

    ResponderExcluir
  2. Amei este seu post.
    "Antes do anoitecer preciso me encontrar
    Seja em meu único cômodo da casa
    Ou quem sabe em algum ponto
    Perdido do meu mapa"
    Parabéns!
    beijo

    ResponderExcluir
  3. Meu amigo poeta,o que dizer desse texto que entra na alma? a lua se deita, o sil~encio impera e as buscas... sempre as buscas dentro e nós. Perfeito e muito lindo parabéns
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Que lindo...traduz uma profundidade que se sente que vem da alma...
    Beijinhos...
    Valéria

    ResponderExcluir
  5. Meu amigo

    Um poema lindo e realmente o sol quando nasce não é para todos...e deveria ser, mas para alguns é um sol anoitecido.

    Deixo um beijinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  6. Olá, Arnold
    Vir aqui é sempre certeza de ler um belo poema. A imagem se forma enquanto leio.
    Obrigada pelas visitas e comentários nos meus blogs. é um prazer enorme!! Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Lindo poema amigo... parabéns pela linda inspiração!
    Um grande beijo

    *Simone*

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde, Arnoldo!
    Eu também gostei muito desse poema, mas uma maravilha de sua autoria.
    Parabéns!
    Bom iníco de semana .
    bjs,
    Mara

    ResponderExcluir
  9. Ola querido amigo!

    Muito linda a sua poesia!

    Ha sempre um lugar pra se encontrar.Ainda que seja em apenas um ponto de nosso mapa!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  10. Certamente o silêncio é o indicado para esse
    encontro, quando a essência fala...

    Um abraço!

    Marlene

    ResponderExcluir
  11. OLÁ ARNOLDO,
    Senti sua falta em meu blog. Fiquei feliz com sua visita.
    Adorei o vídeo e a música, que toca a alma.
    Depois de uma "alforria" fica-se mesmo sem rumo, não importando a natureza da libertação.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  12. Lindíssimo!
    Nos perdemos mesmo e nos encontramos depois quando damos ao outro amor de grande valor.... a liberdade e a felicidade só existem nessa forma de amar...grande!
    Amei suas palavras!!
    Beijos,
    Carla

    ResponderExcluir
  13. Ouvindo a música e lendo o seu poema,imaginando e se emocionando...
    Parabéns por mais um belo poema. Boa noite e uma linda semana. Beijos!

    ResponderExcluir
  14. É, lá fora é só mais um dia. Amei Música e tudo o mais. Uma linda semana para ti meu amigo e beijinhos carinhosos.

    ResponderExcluir
  15. Tem um selinho lá no meu blog pra ti...Amaria ver ele aqui no teu cantinho.Meus 500 seguidores, quero dividir minha alegria com vcs.
    beijos achocolatados

    ResponderExcluir
  16. é sempre tão bom vir aqui e ler seus poemas que, sem sombra de dúvidas, mexem muito com o meu coração..

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  17. Amei: o céu sempre engole nosso dia. Beijos no coração e boa semana.

    ResponderExcluir
  18. Caro poeta!!! Linda poesia, linda musica.
    Melancolico seu poema, mas belo.
    Wu wei...
    Se hoje o céu não brilha para todos, ou se a tarde esta nublada..Não esqueça..amanhã é um novo dia!!!

    Um beijo!

    Ma Ferreira

    ResponderExcluir
  19. Boa noite...simplesmente, belo...bjin

    ResponderExcluir
  20. E pra muitos a dificuldade está exatamente nisso: Se encontrar.
    Abraço! obg pelas visitas no meu blog.

    ResponderExcluir
  21. Perder-se é necessário...Para encontrar sentido. Obrigada por me seguir estou retribuindo a visita,
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Arnoldo,

    Narração perfeita do teu dia. Profundo poema que nos leva a viver a tua narrativa, quando tantas vezes assim levantamos, a deriva, sem sber por onde começar, quando sequer sabemos quem somos...

    Qto a tua leitura em meu recanto, penso que deixei explícita quem são Elas a contracenar comigo, quando no texto narro suas formas de tratamento: Mãezinha.

    Gosto muito da observação de vocês amigos, o que me incentiva a sempre melhorar...

    Feliz dia pra ti

    Abc

    Livinha

    ResponderExcluir
  23. ÓLA meu amigo Arnoldo vim convidar voce se
    gostaria de estar entre amigos que estou fazendo um convite a postar alguma coisa em meu blog,
    aosolhosdaalma.blogspot.com)pode ser umpoema de sua autoria,que são lindos,se vier fico muito homrrada,mande um hmail,com uma foto junto,
    ou uma imagem que goste,vou postar por ordem de chegada,um abraço marlene

    ResponderExcluir
  24. O sol nasce para todos sim,mas nem todos estão dispostos a ver sua magnitude e beleza.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  25. Olá poeta, sensibilidade á flor da pele, á flor da escrita... Grande abraço e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  26. Preciso me encontrar... preciso fazer tanta coisa que já me perdi nelas...

    lindo verso

    beijoss

    ResponderExcluir
  27. E que seja um lindo encontro!!

    bjinhus

    ResponderExcluir
  28. Muito lindo Arnoldo! Poesia video, brigada por libera a poesia já esta no meu bloguinho linda tarde beijos.

    ResponderExcluir
  29. Boa música e excelente poesia! Cá estou.
    Abraço

    ResponderExcluir
  30. Adoreiii ♥

    http://chrisht2.blogspot.com

    ResponderExcluir
  31. Nada como noite, lua, silêncio e solidão para nos inspirar. Ficou lindo!

    Beijos,
    ;*'s

    ResponderExcluir
  32. Arnoldo, como sempre, mais um lindíssimo poema demonstrando a sua imensa sensíbilidade.
    Parabéns Amigo!!!!

    Um abraço de muita amizade

    ResponderExcluir
  33. Oie...

    Obrigada pelas palavras em meu blog. Fico toda envaidecida.
    Um beijo..e um dia iluminado pra ti!!

    Kd os novos hai-kais???



    Ma Ferreira

    ResponderExcluir