Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó




"Minha Poesia não usa vestes para se camuflar, é livre e nua" (Arnoldo Pimentel)

"Censurar ninguém se atreverá, meu canto já nasceu livre" (Sérgio Salles-Oigers)

"Gambiarra Profana, poesia sem propriedade privada, livre como a vida, leve como pedra em passeata" (Fabiano Soares da Silva)

"Se eu matar todos os meus demônios, os anjos podem morrer também" (Tenneessee Williams)

segunda-feira, 25 de julho de 2011

FAROL DE SÃO TOMÉ (Fabiano Soares da Silva)

                                               Fotografia de Rosilene Ramos

                                            
                                     Assista o vídeo do Fabiano declamando poesias



Visite o blog do Fabiano
HTTP://fabianopoe.blogspot.com

Algumas publicações:
·        Evento da Vida, 1995;
·        Et Coetera, 1996;
·        Fonte da Rosa, 1996;
·        Poema Pequeno, 1997;
·        Agridoce, 1999;
·        O quê da Poesia, 2000;
·        Pedras & Poesia, 2001;
·        O Pão e a Fome, 2002 (coletânea poética);
·        Se Eu te Disser Um Poema, 2003;
·        Ferrugem no Papel na Alma e no Ar, 2004;
·        Da Sala de Aula ao Olho da Rua, 2006;
·        Pequeno Livro de Poemas, 2009;
·        A Borboleta-Azul, a Mariposa e o Gafanhoto, 2010.
    Cada Passo Um Pedaço, 2011


                                                 FAROL DE SÃO TOMÉ

Haverá sempre um farol
Seja aqui, seja em qualquer lugar
Para iluminar,
Quando a noite chegar
E o inverno partir,
Para teu sorriso expandir.
A luz do sol por um triz
Não brilha mais que teus olhos.
Súplicas de quem não quer mais nada
Que apenas ser feliz.
Mas quando a noite chegar
E à deriva o pensar,
Devagarzinho se aproximar,
Haverá sempre um farol
De braços abertos a te dar
O porto seguro.

31 comentários:

  1. Haverá sempre um farol, mesmo que com luz por vezes fraca, acaba iluminando o porto seguro.

    Lindo poema
    bjs
    oa.s

    ResponderExcluir
  2. bom dia moço poeta...

    a poesia do seu amigo é um verdadeiro abraço!
    foi assim que senti...
    vou conhecer mais por lá...
    já gostei muito do que vi por aqui...

    uma semana de muita paz e alegrias!

    beijos no coração.

    Su.

    ResponderExcluir
  3. Arnoldo querido amigo poeta..
    Para vermos o farol..temos que manter os olhos e coração bem abertos!!

    Um beijo.. e muito obtigada por estar sempre me prestigiando lá no meu cantinho!!

    Uma linda semana a vc.. de paz!!

    Ma

    ResponderExcluir
  4. querido arnoldo que lindo maravilhoso poema
    haverá sempre um farol como um vigilante guardando
    um porto seguro,parabens por esta escolha brilhante,tenha uma linda semana,bjs marlene

    ResponderExcluir
  5. Ainda que ténua a luz do farol indique o porto!

    Bjs dos Alpes

    ResponderExcluir
  6. Se Deus quiser!
    Que haja!
    Beijos e boa semana amigo!!
    Carla
    ;D

    ResponderExcluir
  7. Realmente, o farol jamais deixará de exitir. Nós é que que precisamos ficar atentos, porque pode estar oculto pela neblina.


    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Boa noite Arnoldo!
    Gostei do seu post!
    Eu não conhecia essa música e nem o farol!
    Obrigada por compartilhar.
    Beijo e ótima semana pra ti.
    Com carinho,
    Mara

    ResponderExcluir
  9. Meu amigo

    Quanta verdade no seu poema...mesmo que a luz seja difusa, mas está sempre lá, precisamos apenas abrir o coração.
    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  10. Quando a noite chegar
    O anuncio do teu ser a aliviar
    Serei uma eterna atriz na arte de te amar...


    Que belo poema, Arnoldo! Adorei. É o estilo que gosto...

    bjs meus

    CATITA

    ResponderExcluir
  11. Parabéns prá você!!!
    Hoje dia 25 de julho é um dia dedicado a homenagear o escritor brasileiro, aquele que elabora artigos científicos, pautados em verdades comprovadas, ou textos literários, divididos em vários gêneros.
    Obg por caminhar junto comigo nas letras...
    Bjsssssssssssssss

    ResponderExcluir
  12. Que bonito Arnoldo, belo post.

    "...Haverá sempre um farol..."

    Que exista sempre um farol gigante na tua vida, assim iluminará teu caminho e todos aqueles que te tem por perto. Parabéns pelo dia do escritor. =)

    Beejo,beejo querido. Tenha uma bela semana.

    ResponderExcluir
  13. Arnoldo,
    "A luz do sol por um triz
    Não brilha mais que teus olhos". (AMEI! LINDO!)
    Que haja sempre um farol a nos dar um porto seguro.
    Grande abraço, poeta.

    ResponderExcluir
  14. mesmo que em desconcertos abertos por balas e valas, haverá sempre um farol sob a sola dos sapatos daqueles que nunca deixam de crer na luz.
    abraço, amigo arnoldo!
    p.s. não resisto aos faróis e à sua magia. tenho o projecto de assinalar na costa portuguesa todos os lugares onde eles se erguem para, com tempo e calma [não vão eles assustar-se, bater as asas e fugir], os fotografar.

    ResponderExcluir
  15. Oi Arnoldo
    Sempre generoso apresentando os amigos, vou sim conhece-lo.
    Obrigada pela partilha bonita.
    Lindo poema , que tenhamos o sentimento de também ser farol.
    um abraço forte

    ResponderExcluir
  16. Os faróis são luzes esperançosas que levam a lugares seguros...

    ResponderExcluir
  17. Lindas poesias...Parabens a ele.Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  18. Boa noite, nao tinha certeza de te seguir, mas passando por aqui, vi a brisa entrando pela janela e segui-a tao breve que era, dei-me de cara com teu farol a iluminar meu rosto e me denunciar para ti, nao tendo como fugir, resolvi te deixar um forte abraço e dizer: obrigada por estar sempre me visitando...Abraços!

    ResponderExcluir
  19. Arnoldo,


    Mais uma linda poesia ...
    E faróis são necessários para seguirmos .

    Excelente indicação.


    Bjo e uma Noite de Paz.

    ResponderExcluir
  20. Poesia de movimentos, isso daria um samba, maior simbolo brasileiro de cultura simples e doce! Um farol da Bahia... Ahh! Arnoldo, eu me deixo sambar na tua poesia!!!!

    ^_^•


    http://diariodakiro.blogspot.com/2011/07/farol-de-sao-tome-e-o-samba.html


    Beijinhos querido ♥

    ResponderExcluir
  21. é...dificil alguem nao querer ou nao procurar um porto seguro... bem real...bjuuu

    ResponderExcluir
  22. Querido amigo,

    Bonita poesia! Que assim seja!

    Beijos com carinho e ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  23. PS:

    Está difícil entrar pelo Explorer. Pelo Google Chrome é como não fosse seguidora do blog! Então, seguindo novamente pelo Chrome rsrs. Beijos

    ResponderExcluir
  24. Arnoldo, meu amigo!

    ADOREI O VÍDEO! MUITO BOM!! Uh uh! "Água sanitária geladinha"... adorei essa parte! Gosto de coisas originais.... "a ressaca de não ter vivido...", essa é uma das piores que existem...

    Há quanto tempo, não é?

    Peço desculpas por não ter mandado notícias. Andei enfrentando muitas coisas na vida... Além disso, estudei muito a arte de fazer versos, até métrica estudei nesses últimos meses... Escrevi um monte (e gostei de pouca coisa... rs).


    Esse ainda não é o meu retorno oficial. Só dei uma passada na Fênix para deixar um poema meu e resolvi rever os amigos.

    Sobre os versos no post:

    "A luz do sol por um triz
    Não brilha mais que teus olhos.
    Súplicas de quem não quer mais nada
    Que apenas ser feliz." Dizem que sempre há uma luz no fim do túnel... :)

    Gosto de você.
    Beijos no coração!

    ResponderExcluir
  25. Bonita homenagem, Arnoldo. Parabéns!

    ResponderExcluir
  26. Sempre há uma farol nas noite, mesmo que escura... sempre há luz de um farol distante que faz brilhar nossos caminhos pra encontrar o nosso porto seguro.
    Belo poema amigo.Deixo um beijo grande , e desejo de um ótimo fim de semana. Smareis

    ResponderExcluir
  27. Saudades meu amigo!
    VIM TE BUSCAR PARA COMER BOLO LÁ NA MINHA CASA,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    PASSA LÁ...BJSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  28. Boa tarde. Lindo poema: A luz do sol, não brilha mais que teus olhos. Uma ótima semana para você e beijinhos carinhosos meu amigo.

    ResponderExcluir
  29. Obrigada, Arnoldo. Obrigada mesmo, meu amigo. De coração! Acho que, dessa vez, mesmo afastada ainda da blogosfera, eu vou vir vê-los de vez em quando, certo?

    Beijo no coração!

    ResponderExcluir
  30. VOLTANDO PARA AGRADECER SUA IDA LÁ NO MEU CANTINHO,EU E A MA FICAMOS FELIZES PELA SUA PRESENÇA,VALEUUUUUUUUUUUU AMIGO MEU,RSRSRSRS
    TE GOSTO DE MONTÃO QUERIDO...BJSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  31. Amei!
    Gosto de poesia assim fico sabendo que o amor não morreu e ainda existe pessoa que acredita e escreve sobre ele.
    Falando em farol físico onde eu moro existe um o "Farol de Itapuã" é um lugar lindo e cenários de grandes amores e serve também para inspiração dos apaixonados..
    Desejo boa semana de trabalho, fica na paz, beijos
    Selia

    ResponderExcluir