Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó




"Minha Poesia não usa vestes para se camuflar, é livre e nua" (Arnoldo Pimentel)

"Censurar ninguém se atreverá, meu canto já nasceu livre" (Sérgio Salles-Oigers)

"Gambiarra Profana, poesia sem propriedade privada, livre como a vida, leve como pedra em passeata" (Fabiano Soares da Silva)

"Se eu matar todos os meus demônios, os anjos podem morrer também" (Tenneessee Williams)

sábado, 19 de maio de 2012

DEUS COSTUMA LANCHAR NO FAST FOOD DO OUTRO LADO DA RUA


Era só uma esquina
E ele na cadeira
Olhava os ônibus
Olhava os carros
Olhava a vida

E um dia deus
Que andava esquecido
Olhou a esquina

E viu a cadeira vazia

Autor: Arnoldo Pimentel

Veja o vídeo produzido pelo Gambiarra Profana do poeta Márcio Rufino declamando  “DITA” de sua autoria, link abaixo:


20 comentários:

  1. Grande contista, grande poeta e um coração maior ainda.
    Um xero e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  2. Intimidade com as palavras lhe sobra! É bonito de se ver, tão...


    Te desejo um ótimo sábado, um ótimo final de semana.
    Grande abraço.
    Tatiane Salles.

    http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

    Att.

    ResponderExcluir
  3. Sim Arnoldo ele anda por aí ... por aqui... por lá... rs

    um abraço e bom domingo

    ResponderExcluir
  4. Diferente.
    Arnoldo, bom final de semana.
    xeros

    ResponderExcluir
  5. Olá,Arnoldo!

    Puxa...acontece.
    Beijos!
    Bom começo de semana!

    ResponderExcluir
  6. Dia de domingo é dia de visitar os amigos mais queridos e desejar coisas boas ...
    Venho derramar sobre ti meu carinho mais doce para deixar seu domingo mais abençoado !!!!!!
    bjs de dia de domingo !!!

    Saudadesssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  7. Que triste, mas são coisas da vida!
    Amei!
    Bjinhos amigo (saudades de você)

    ResponderExcluir
  8. Querido amigo, Deus está presente nos lugares onde nunca imaginamos. Tenha uma linda e abençoada semana. Beijocas

    ResponderExcluir
  9. oi Arnoldo,

    ele está sempre onde menos esperamos,
    em todos os lugares...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Olá,Arnoldo!!

    Ótima semana pra ti!!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde prezado amigo, hoje eu vim agradecer o carinho de sua presença lá no meu recanto!
    Tenha uma linda semana coberta de muita Alegria e Paz!
    Fique com Deus!
    Abraço fraterno
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  12. Querido poeta...

    Confesso que fiquei um pouco confusa com o seu poema...
    Mas cada um deve interpretar do seu jeito...

    Fiquei tentando entender ser o uso de letras minúsculas nas palavras "ele" e "deus" foi proposital... Se existiria ali uma ambiguidade de sentidos...

    Como todo poema não deve ser explicado, mas sentido pelas pessoas que por ele passam... As palavras ainda vão fervilhar um pouquinho na minha cabeça...

    Um grande beijo.

    Chris

    ResponderExcluir
  13. Simples e profundo.
    Fatalidade.
    Abração!

    ResponderExcluir
  14. Tão intrigante
    quanto belo!

    Estou a seguir-te.

    ResponderExcluir
  15. Que profundos, seus versos, Arnoldo.
    Uma poesia fascinante. Me fez pensar um pouco. rs.. na verdade, ainda estou pensando. Que bom!

    Parabéns!

    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  16. Um poema forte. E belo, sim!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  17. Um poema forte. E belo, sim!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  18. Interessante e muito criativo.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  19. Cara a frase não é minha. É do Fabiano soares da Silva. Mas cai bem ao teu excelente trabalho.

    ___ O diabo lambe o prato toda vez que deus come escondido.

    ResponderExcluir