Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó




"Minha Poesia não usa vestes para se camuflar, é livre e nua" (Arnoldo Pimentel)

"Censurar ninguém se atreverá, meu canto já nasceu livre" (Sérgio Salles-Oigers)

"Gambiarra Profana, poesia sem propriedade privada, livre como a vida, leve como pedra em passeata" (Fabiano Soares da Silva)

"Se eu matar todos os meus demônios, os anjos podem morrer também" (Tenneessee Williams)

terça-feira, 28 de junho de 2011

BANGLADESH

Quadro de minha amiga e parceira do Gambiarra Profana, artista plástica Gabriela Boechat
Blog da Gabi http://artemundogabriela.blogspot.com

.                                                BANGLADESH
Visite o blog do Gambiarra Profana, sempre poesias livres.
http://gambiarraprofana.blogspot.com


Vejo alguns prédios longe daqui
Não sei o que dizem
Nas imensas palavras que não li                                                          
Mas sei que meus sapatos
Pisam em chão largado
Onde os restos ficam esperando a colheita
E os rostos ficam esperando
Um sorriso
Só um sorriso
Antes que venham os furacões
Que assombram os pólos
É assim mesmo, basta olhar pra dentro
E não se enganar
Basta ver a verdade
E não o que está escrito
Pra você viajar






24 comentários:

  1. Moço poeta,
    linda tela,linda e intensa em sua intenção a sua "viagem poesia"...

    deixo aqui sorrisos...

    Su.

    ResponderExcluir
  2. Viajei no seu poema, nesta musica, neste mar, neste cais.
    Beijos
    oa.s

    ResponderExcluir
  3. Linda tela! você nos leva a viajar nesses seus versos.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Na vida estamos sempre esperando alguma coisa não é mesmo?!
    Beijos amigo Poeta!

    ResponderExcluir
  5. Muito lindo aqui..meu sorriso e minha amizade vc ja tem..
    Um bj
    Ma

    ResponderExcluir
  6. Que dom.... que capacidade de me transportar a lugares e sentimentos nos quais sozinha nao iria nunca...
    Obrigada menino pela viagem!
    Bj
    Valeria

    ResponderExcluir
  7. Viajei na eterna sintonia de suas palavras, a cada frase que concernia aos meus olhos desnumbrava um mar de sensações, sorrisos e perdões que aparentemente me enganaram enquanto eu viajava na espera de um sorriso que não poderia chegar até mim. Lindo poema. Até demais :D
    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. "antes que venham os furacões" Arnoldo
    lindísimo o poema, maravilhoso som e a partilha da tela que deu o tom de uma bela postagem.
    deixando abraços

    ResponderExcluir
  9. "...Um sorriso
    Só um sorriso..."
    Na arte da pintura tbm se retrata um sorriso...e esse sorriso que pinto para ti...
    Bjsssssssssssss

    ResponderExcluir
  10. muito bom!
    ambos.. para deleitar os sentidos..
    beijos e um lindo dia

    ResponderExcluir
  11. MEU QUERIDO AMEI ESTE POEMA ADORO ESTA MUSICA
    ESTOU COMEÇANDO O DIA SORRINDO COM ESTE PRESENTE QUE ESTAS OFERECENDO AOS AMIGOS,,,PARABENS!!!
    UM ABRAÇO MARLENE

    ResponderExcluir
  12. Tem gente que precisa da compreensão do outro... apenas isso!

    Um grande abraço, querido Arnoldo.

    ResponderExcluir
  13. Opa!! Ótimas indicações...ótimo conteúdo...isso é que é um post completo!

    []s

    ResponderExcluir
  14. OLÁ,
    Lindo poema Arnoldo, como sempre.
    Fiquei apaixonada pela tela. Cumprimente a artista por mim.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  15. Boa noite, e espero por um sorriso seu tambem, que passe os furacões, tempestades, tsunamis, mas que nao passe voce, fique sempre por perto ok? abraços

    ResponderExcluir
  16. Querido Amigo além de uma linda tela seus poemas esta sempre a me surpriender.
    Peço desculpas pela demora de voltar ao seu blog.
    Com essas noites geladas não consigo ficar no computado.
    Um beijo no coração,EVanir

    ResponderExcluir
  17. a tela é lindíssima mesmo. parabéns à artista. e teu poema é lindo e cheio de mensagem.

    beijo, Arnoldo.

    ResponderExcluir
  18. Li alguns dos seus poemas e gostei muito. Voltarei mais vezes.

    Beijos e tenha um lindo dia.

    ResponderExcluir

  19. Boa tarde!
    Esta é a palavra do Pai para você no dia de hoje:


    “Todo o lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu disse a Moisés.
    Desde o deserto e do Líbano, até ao grande rio, o rio Eufrates, toda a terra dos heteus, e até o grande mar para o poente do sol, será o vosso termo.
    Ninguém te poderá resistir, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei.
    Esforça-te, e tem bom ânimo; porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria.
    Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares.
    Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.
    Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares”. (Josué 1:3-9)



    http://www.youtube.com/watch?v=sfrSSSp10Bo


    Deus seja contigo sempre!

    Blog Yehi Or!
    http://hajalluz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. quem fica indiferente a esta conjugação de sensibilidade verbal, caro amigo?
    ai, essas verdades que se escondem por detrás da verdade...
    abraço!

    ResponderExcluir
  21. É preciso ver alem dos olhos...beijos achocolatados

    ResponderExcluir
  22. Sabe,
    a um tempo de infancia, lembro de uma canção que muito se cantava nas rodas da infancia. Algo como:
    ♫...e o mato cresceu a redor, a redor...♫

    Hoje são os predios de edifícios, a inibir os sorriso que já não mais se ver e as mentes seguem interiorizados perdidos, ensimesmados...

    Lindo versejar, reflexivo...


    Bjs

    Livinha

    ResponderExcluir
  23. Boa noite, passando para te pedir um favor, pode ser? Então...voce pode me fazer um favor? Entre no meu http://meumodosuavedeescrever.blogspot.com, la voce clika num selinho "TROVADOR LIRICO", vais entrar no blog.OSTRA DA POESIA, tem uma porta marrom, que abre e fecha, entre nela e veras meu poema: O poeta...seus rabiscos...agora, va no final da pagina e envie uma mensagem votando no meu poema, pronto! Obrigada e sempre estarei a te visitar...BJIN em seu coração!

    ResponderExcluir
  24. Pois é. O que buscamos, encontramos cá dentro de nós.
    Beijos,
    Carla

    ResponderExcluir