Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó




"Minha Poesia não usa vestes para se camuflar, é livre e nua" (Arnoldo Pimentel)

"Censurar ninguém se atreverá, meu canto já nasceu livre" (Sérgio Salles-Oigers)

"Gambiarra Profana, poesia sem propriedade privada, livre como a vida, leve como pedra em passeata" (Fabiano Soares da Silva)

"Se eu matar todos os meus demônios, os anjos podem morrer também" (Tenneessee Williams)

sábado, 2 de abril de 2011

VENTO COM NUVENS (TRILOGIA DIA NUBLADO) SEGUNDO ATO



                                       VENTOS COM NUVENS
A cena da moto é inspirada na liberdade poética do meu amigo e parceiro Sérgio Salles-Oigers

 Parece até que vi a praia
Que ouvi gaivotas
A minha volta
Quase senti suas palavras
Tocarem meu rosto
Olhei pro céu
E não vi o sol
Subi em minha moto
E segui sem destino
Sem sentir o vento
Nos óculos escuros
Apenas segui por ai
Sem pensar em nada
Na tarde nublada

 


8 comentários:

  1. lindo..lindo..lindo!!!

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  2. Arnoldo,

    Gosto imenso de vir aqui e desfrutar do seu talento amigo. Adorei! Obrigada.


    Carinhoso beijo e ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  3. Lindo Arnaldo deu pra sentir a liberdade ! bjos boa semana!

    ResponderExcluir
  4. Uauuuu Lavei a alma aqui! Lindo de viver! Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  5. Lindo...tbm gosto de sair sem destino!!

    bjinhus...

    ResponderExcluir
  6. Maravilhosooo..
    amei seu blog queridaaa
    um super bjuu
    seguindoo

    http://vanessasenabraga.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Bom dia,Arnoldo!!

    As vezes só o que queremos é não pensar em nada...e isso é tão difícil...
    Lindo poema!!Rompe o cinza que "sentimos" nestes dias...e nos dá um gostinho de liberdade...

    Beijos pra ti!!
    Bom início de semana!!

    ResponderExcluir
  8. Arnoldo,


    Te ler é acarinhar a alma ...
    Suas poesias são cheias de beleza.



    Bjo e um Dia de Paz.

    ResponderExcluir