Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó




"Minha Poesia não usa vestes para se camuflar, é livre e nua" (Arnoldo Pimentel)

"Censurar ninguém se atreverá, meu canto já nasceu livre" (Sérgio Salles-Oigers)

"Gambiarra Profana, poesia sem propriedade privada, livre como a vida, leve como pedra em passeata" (Fabiano Soares da Silva)

"Se eu matar todos os meus demônios, os anjos podem morrer também" (Tenneessee Williams)

sábado, 4 de maio de 2013

WAY


Minas fica logo ali, atrás daquele pequeno bosque,
Do outro lado do riacho, que pode-se atravessar andando.
Hoje o almoço é angu, galinha de quintal,
Feijão feito na lenha, arroz branco e farofa de linguiça.
Depois é só deitar na rede e descansar,
Assistindo “Plano 9 do Espaço Sideral” do Ed Wood ou
Ouvindo “Stairway to Heaven” com Led Zeppelin.

Arnoldo Pimentel

18 comentários:

  1. Um lindo e convidativo cenário...

    ResponderExcluir
  2. Hummm que delícia de almoço, adoro, afinal de contas sou mineira, uai rsrs um lindo domingo para ti, bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu conheço esse caminho de minhas andaças, É assim mesmo. Meu abraço.

    ResponderExcluir
  4. oi meu amigo,

    essas mineirices,meu marido me fez conhecer muito bem,
    adoro!!!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Olá amigo
    Conheço bem esse cenário, não existe nada melhor.
    Abração

    ResponderExcluir
  6. Pronto, Arnoldo! Já me deu fome. Beijão!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Arnoldo.
    Minas...
    Que saudade...
    Grande abraço. Em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir
  8. Olá Arnoldo,

    Como boa mineira, também conheço este cenário. E que comidinha boa!-rsrs.
    Obrigada pela visita.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Um sentimento conhecido e que não desejamos perder. Logo ali (rss), onde estou. Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Muito bom... só de pensar na galinha na panela, na rede, hummm delícia! Uma bela semana pra ti Arnoldo, sdds.

    ResponderExcluir
  11. Oi Arnoldo :)
    Meu pai é mineiro e eu acabei de ler pra ele essa poesia.
    Versos adoráveis,que trouxe um saudosismo gostoso!
    Bjs \o/

    ResponderExcluir
  12. Bem Minas Gerais!...rss...adorei!bjs,

    ResponderExcluir
  13. Hum, que delícia!
    Sou muito Minas Gerais, meu estado favorito! ;)
    Lindo poema, com uma trilha sonora de tirar o chapéu!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Putz que delícia de e ler e não é só pela comidinha mineira não, viu? rsrs
    O poema tem cadência, tem imagens, tem sons...

    Gosto de poemas curtos e que dizem MUITO, e você os constrói assim fácil e simplesmente encantador.

    Bacios

    ResponderExcluir
  15. Um jeito bem mineiro de ser. Me fez lembrar de uma canção.

    ResponderExcluir