Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó




"Minha Poesia não usa vestes para se camuflar, é livre e nua" (Arnoldo Pimentel)

"Censurar ninguém se atreverá, meu canto já nasceu livre" (Sérgio Salles-Oigers)

"Gambiarra Profana, poesia sem propriedade privada, livre como a vida, leve como pedra em passeata" (Fabiano Soares da Silva)

"Se eu matar todos os meus demônios, os anjos podem morrer também" (Tenneessee Williams)

segunda-feira, 5 de abril de 2010

MINHA NOITE NÃO SERÁ MARAVILHOSA



MINHA NOITE NÃO SERÁ MARAVILHOSA

Minha noite não será mais maravilhosa
Já não tenho razão para me sentir feliz
Já não tenho sombras no caminho
O sol sufocante é minha trilha de espinhos

Minha noite não tem flores
Só sombras que escurecem a escada
E assim não chego aonde quero chegar
Não tenho em que acreditar

Minha noite só tem vultos
Dos dias que ficaram esquecidos nos anos
Ficaram nas noites que foram felizes
Ficaram fincados como raízes

Minha noite não tem sorrisos
Só lembranças que passam como querem
Só ternuras passadas
Que agora me ferem

Minha noite não será mais maravilhosa
Não tenho ponte para atravessar as águas revoltas
Não tenho mais sorte
Não tenho luz no fim do túnel

Já não procuro minha esperança
Já esqueci meu corpo na estrada
Sou ninguém que virou nada

Minha noite não tem mais jardim
Sou feito de sombras
Praia que não tem ondas

Minha noite nunca mais será maravilhosa
Fiquei pedido entre meus espinhos
Nunca mais acharei meu caminho

19 comentários:

  1. lindo tem aver comigo

    ResponderExcluir
  2. Adorei,pois as minhas noites e igual o poema

    ResponderExcluir
  3. Adorei tem tudo ar ver na minha vida.

    ResponderExcluir
  4. A minha vida é assim

    ResponderExcluir
  5. Querido amigo...É como digo sempre os poetas têm uma mágica feita com talento que de versos tristes fazem poemas primorosos. E com certeza sua noite será feliz. Porque de todas as lembranças bonitas e passadas são substanciais para levarmos pela vida até o fim de nossos dias. Sem elas, seriamos vazios de sentimentos. São flores que perpetuam seu perfume eternamente em nossas vidas. Acredite.


    Beijos, com imenso carinho


    Agradeço a indicação do blog. Fui lá e fiquei encantada! Que maravilha! Feliz demais em conhecer a arte desta moça talentosa. Obrigada, Arnoldo!

    ResponderExcluir
  6. Ola Poeta AMIGO!!!

    Continua sempre com suas pérolas!!!
    Poeta encantado!!!
    Parabéns por mais essa linda obra!!!
    Saudades !!!
    ABRAÇOSSSSSS

    ResponderExcluir
  7. Olá carissimo Arnoldo, td bem?

    agradeço-lhe a visita e os elogios, sinto-me lisonjeada, rsrs. E é claro que podes sim postar a poesia no blog querido, abraços, uma otima tarde para ti

    ResponderExcluir
  8. Oi, Arnoldo!

    Saiba que a Cia. De Teatro Atemporal está muito feliz com o crescimento do Blog "Ventos na Primavera" e feliz também com o seu carinho por nós!

    Colocamos um link do Blog "Ventos na Primavera" em nosso Blog! O link está na lista links interessantes!

    Receba um abraço bem forte de nossa amada companhia!

    Qualquer coisa, estamos a disposição!

    Clemente.

    Presidente da Cia. De Teatro Atemporal.

    Rio de Janeiro, RJ - Brasil.

    ResponderExcluir
  9. Muito lindo vosso poema, My Darling....
    Belas palavras que retrataram um passado, não tão distante, que fora feliz e hoje esta semperspctiva de felicidade... fases da vida, uma hora as sombras sempre nos alcançam... o que pode ser feito é tentar fujir delas, ou se acostumar e te-las como companhia.
    Realmente adoro sua forma de espressar, sinto leveja em vossas palavras, beleza que sempre oculta um sentimento "obscuro".

    Continue sempre assim...
    Dark Kisses

    ResponderExcluir
  10. O caminho existe por si só. Nossos são os pés que não o pisam.

    Poema duro, Arnaldo. Uma punhalada no próprio peito, que insiste em pulsar. Deixe que pulse, que sinta, que escorra. Deixe que o amargor vaze pelos poros. A dor é existência, é vida. Então doa, mas largue as janelas abertas, que o vento, matreiro, insiste em soprar.

    Beijoca

    ResponderExcluir
  11. Obrigada pelo coment no meu blog! [e desculpa pelo atraso!]

    Amei sua postagem! (:
    Abraços!

    ResponderExcluir